Soltando o Verbo

“Ele é a imagem do Deus invisível; o primogênito de toda a criação.” (Cl. 1:15)

Muita gente tem estudado Deus, como se Ele fosse uma matéria escolar. Tem tentado explicar Deus, como se fosse um livro. Tem tentado provar ou negar a existência dEle.

Mas Paulo, embora tivesse muito estudo, fosse altamente hábil para explicar diversos assuntos, e tivesse feito de tudo para convencer a todos que Jesus não era o Cristo, simplifica esse assunto nessas palavras: “Ele é a imagem do Deus invisível”

Em outras palavras: Quer saber como Deus é? Olhe para Jesus. Quer entender o que Ele faz? Olhe para Jesus. Que saber os plano dEle para sua vida? Pergunte a Jesus!

Jesus é a imagem visível de Deus! Jesus é o Emanuel, o Deus Conosco, que veio habitar entre nós!

Ainda há algo incrível que lemos em Gn. 1:26: “Façamos o homem à nossa imagem.” Nós fomos criados para ser a imagem de Deus na terra. O pecado distorceu essa imagem, e hoje somos diferentes dEle.

Mas, em Cristo, a imagem perfeita e nítida do Deus invisível, podemos ser santos, como Ele é (1 Pe. 1:16)

Vamos ser como Cristo! Vamos ser o reflexo de Deus na Terra!

#SoltandoOVerbo
#Blog
#Jesus
#GoFlechas (Ver no Instagram: http://ift.tt/2qENHO4)

“Eu Sou a Luz do Mundo”

“Então Jesus voltou a falar-lhes: Eu sou a luz do mundo; quem me seguir jamais andará em trevas, mas terá a luz da vida.” (Jo. 8:12)

No livro de João, essa é a segunda vez que Jesus se compara a algo: “Eu sou a luz.” Na primeira, Ele se comparou ao Pão da Vida.

Por que Jesus se compara à luz? Pra que precisamos de Luz?

Em primeiro lugar, a luz nos mostra o que está errado ou oculto.

Nessa passagem, Jesus confronta os fariseus, que não criam n’Ele. Eles perguntam: Quem é você? E Jesus lhes responde: “Exatamente o que venho dizendo que sou.” (Jo. 8:25)

Ou seja, eles viam Jesus, mas não de forma clara. Eles viam Jesus superficialmente, mas não enxergavam quem realmente Ele era!

Jesus também confronta os outros judeus, que criam n’Ele, mas não O Serviam (Jo. 8:31-32). Eles viam Jesus como um profeta, alguém especial, mas não como o Messias.

Quantos não vivem assim hoje? Muitos reconhecem Jesus como um caminho, como um profeta, alguém especial. Mas não O veem como o Filho de Deus, O caminho, A luz do mundo!

Em segundo lugar, a luz nos ajuda a ver quando tudo está escuro.

No capítulo seguinte, Jesus cura um cego de nascença (Jo. 9:1-7). Quando ele voltou curado, passou a dar testemunho de Jesus (Jo. 9:11)!

Ele não enxergava fisicamente, mas passou a enxergar até espiritualmente!

Os fariseus ouvem o testemunho do ex-cego, mas, mesmo assim, não acreditam em Jesus!

E qual a resposta do cego? “Uma coisa sei: eu era cego e agora estou enxergando!” (Jo. 9:25)

E olhe que interessante: Essa foi a mesma resposta que Jesus deu aos discípulos de João Batista, quando lhe perguntaram se Ele era o Messias!

“Os cegos veem, e os paralíticos andam; os leprosos são purificados, e os surdos ouvem; os mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o evangelho.” (Mt. 11:4)

Depois, quando se reencontra com o (ex) cego, Jesus lhe declara: “Tu já viste [o Filho do Homem]” (Jo. 9:35-38). Seus olhos espirituais também foram abertos!

Mas Jesus não para por aí. Quando está para curar o cego, Ele fala um pouco mais:

“Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo.” (Jo. 9:5)

E por que Ele fala isso? Lemos a resposta em Mateus 5:

“Vós sois a luz do mundo.” (Mt. 5:14)

Enquanto Jesus estava na terra, Ele fazia as obras que o Pai lhe mandava. Mas quando Ele subiu aos céus, Ele passou para nós essa tarefa: Fazer as obras que Ele manda!

Mas como podemos ser a luz do mundo? Jesus nos dá dois exemplos: uma cidade sobre o monte, e uma luz de candeia.

O que esses dois exemplos tem em comum? O estar em evidência. Estar expostos, à vista de todos.

Não podemos ser luz do mundo nos escondendo! Precisamos sair, precisamos ir!

Mas, Jesus, após nos dar essa missão (ser luz), nos explica o motivo:

“Assim, resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai, que está no céu.” (Mt. 5:16)

Ou seja, quando estivermos em evidência, precisamos sempre brilhar a luz d’Ele, não a nossa. Mas como? Refletindo a luz d’Ele — Brilhando como a Lua!

Precisamos ser luz do mundo. Mas com um único objetivo: Levar a todos a glorificar o Pai, que está no céu.

O (ex) cego que foi curado nos mostra o final dessa história.

“Disse o homem: Eu creio, Senhor! E o adorou.” (Jo. 9:38)

Vamos ser luz, para que os cegos creiam no #Verbo e o adorem!

#SoltandoOVerbo
#EuSou
#LuzDoMundo
#Jesus
#GoFlechas

Soltando o Verbo

” Jesus nos fala ‘Ide’, porque Ele foi primeiro.” – André Scultori @amscultori
Jesus, antes de subir aos céus, falou: “Ide, fazei discípulos de todas as nações” (Mt. 28:18)

Ele nos manda ir a todos os povos, mas Ele foi primeiro!

A Saulo, Jesus apareceu na estrada para Damasco, antes de enviá-lo Ananias (At. 9)

A Cornélio, ele apareceu em sua casa, antes de enviá-lo Pedro (At. 10)

Jesus foi até Samaria encontrar-se com a mulher no poço (Jo. 4)

Jesus foi até Gadara encontrar-se com o homem possesso de espíritos imundos (Mc. 5)

Jesus foi para Tiro e Sidom encontrar-se com a mulher cananeia (Mt. 15)

Jesus “tornou-se carne e habitou entre nós” (Jo. 1:14)

Jesus ia “de cidade em cidade, e de povoado em povoado, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus” (Lc. 8:1)

Jesus ia!

E é isso que Ele nos manda fazer: Ide!

Vamos seguir os passos de Jesus.

Vamos #SoltarOVerbo!

#SoltandoOVerbo
#Blog
#Jesus
#Ide
#GoFlechas (Ver no Instagram: http://ift.tt/2pVUyCs)

Soltando o Verbo

“Foi por causa do nome que saíram” (3 Jo. 7)

Em sua terceira carta, o ap. João orienta o irmão Gaio a como receber os #missionarios enviados: “de modo digno de Deus” (3 Jo. 6)! Ou seja, ele tinha que recebê-los como se estivesse recebendo o próprio Jesus. Afinal, o Mestre havia falado: “Quem vos recebe, recebe a mim; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou.” (Mt. 10:40)

Mas como João sabe (e como Gaio saberia) que eles eram enviados pelo Senhor? João nos dá a resposta: “Foi por causa do #Nome que saíram”! (3 Jo. 7)

Precisamos ser enviados para cumprir a #missão de Cristo, e não nossa própria.

Não podemos esquecer de falar do Nome de Jesus!

Vamos #SoltarOVerbo.

Vamos sair por causa do Nome!

#SoltandoOVerbo
#Blog
#Jesus
#GoFlechas (Ver no Instagram: http://ift.tt/2qFSaOu)

Soltando o Verbo

“Todos esses morreram mantendo a fé, sem ter recebido as promessas; mas tendo-as visto e acolhendo-as de longe, declararam ser estrangeiros e peregrinos na terra. Os que dizem tais coisas mostram que estão buscando uma pátria. E, se estivessem se lembrando da pátria de onde saíram, teriam oportunidade de voltar. Mas agora almejam uma pátria melhor, isto é, a celestial. Por isso, também Deus não se envergonha deles, nem de ser chamado o seu Deus, porque já lhes preparou uma cidade.” (Hb. 11-13-16)

Em meio à galeria dos Heróis da Fé, em Hebreus 11, lemos uma breve descrição de quem eram esses homens e mulheres, de quem “o mundo não era digno” (Hb. 11:38)

E como o autor os descreve? Como #peregrinos e #estrangeiros!

Eles realmente não eram deste mundo, mas vinham de uma #pátria celestial. E eram para essa pátria que eles olhavam em tudo que faziam.

Eles tinham seus olhos fixos na promessa de uma #cidade (Hb. 11:16), construída e fundamentada por Deus! (Hb. 11:10)

Ainda mais interessante é que o autor não somente fala que eles iriam para lá, mas que haviam saído de lá! (Hb. 11:15)

Através deles, podemos entender que #fé é a “certeza do que se espera e a prova do que não se vê”! (Hb. 11:1)

Fé é crer que #Jesus já nos preparou morada! (Jo. 14:2)

Fé é crer que Jesus virá habitar em nosso meio, na cidade que Ele construiu, a Jerusalém Celestial, que descerá do céu, pronta! (Ap. 21:2-3)

Somos todos peregrinos, mas já temos morada nos esperando. Creia nisso!

Que nunca nos esqueçamos da promessa de Jesus, de habitar conosco!

#SoltandoOVerbo
#Blog
#Jesus
#GoFlechas (Ver no Instagram: http://ift.tt/2p9OSlL)

Soltando o Verbo

“A sua #salvação não depende de suas obras, mas talvez a salvação de outros dependa.” – André Scultori

Sabemos que somos salvos pela fé e não por obras (Gl. 2:16). Somente se crermos no sacrifício de Cristo, clamaremos pela Sua misericórdia e seremos transformados por Ele – e seremos salvos.

E a Palavra nos diz que todo aquele que clamar, que O invocar será salvo. (Rm. 10:13)

Mas Paulo continua: “Como, pois, #invocarão aquele em quem não creram? E como #crerão naquele de quem nada ouviram? E como #ouvirão, se não há quem pregue? E como #pregarão, se não forem #enviados?” (Rm. 10:14-15)

Percebeu? Para que o mundo clame após crer, tendo ouvido, nós precisamos enviar para pregar!

Muitos não invocam ao Senhor porque nós não pregamos.

Somos comissionados (Mt. 28:18-20) a #SoltarOVerbo, a falar de Jesus, a pregar o Evangelho do Reino!

Vamos enviar muitos, para que muitos outros O invoquem.

#SoltandoOVerbo
#Blog
#Jesus
#GoFlechas (Ver no Instagram: http://ift.tt/2oWp2kT)

“Eu Sou o Pão da Vida”

“E Jesus lhes declarou: Eu sou o pão da vida; quem vem a mim jamais terá fome, e quem crê em mim jamais terá sede.” (Jo. 6:35)

No livro de João, essa é a primeira vez que Jesus se compara a algo, usando a frase “Eu sou” —  a primeira das sete.

Nessa comparação, ele nos traz duas coisas: provisão e comunhão.

Continue Lendo ““Eu Sou o Pão da Vida””